close× Call Us: 912 941 540 - 220 971 122

 

A Construção do Bem Comum

A Associação FratiSol é uma organização socialmente responsável pois assume um compromisso continuado, pautado pela ética e destinado à promoção do desenvolvimento social, ambiental e económico. Apostamos num envolvimento baseado em valores, numa vontade de progresso contínuo, na aceitação da interdependência da associação com o ambiente e numa visão de responsabilidade de longo prazo. Defendemos que as organizações têm a necessidade de assumir atitudes que promovam o desenvolvimento sustentável e que colaborem para a construção de uma sociedade mais equilibrada. Assumimos com empenho que a Responsabilidade Social começa por ser uma responsabilidade pessoal de cada um, ao longo da sua história a Associação FratiSol tem oferecido a sua dedicação a diversas campanhas e instituições.

A sociedade civil parte Voluntariado e parte técnica.
Voluntariado é vontade e conjuga no coletivo, no benefício global, é exercício generoso da vontade e da responsabilidade. Somos herdeiros e Pessoas com capacidade de responder por si e pelos outros, passar para uma vontade herdada para uma vontade Personalista, conjugar a minha vontade com a vontade dos outros, afirmação de vontade, sacrifícios repartidos, atitude geral de todos para todos, e não apenas atitude institucional, para nós nos encontrarmos no futuro, é generosidade, solidariedade e justiça em ação.

A Missão é promover o voluntariado qualificado e ativo e sustentado.
Em épocas de crise esta permite aumentar a nossa solidariedade e viver com os outros e aumentar a nossa intervenção, novos conhecimentos, jovens e idosos apoiarem-se mutuamente, novas competências. Voluntariado é reconhecido um recurso importante para é expansão da cidadania ativa e desenvolvimento harmonioso da sociedade.
A participação cívica é um instrumento essencial para o desenvolvimento de um país, é um instrumento de liderança e de aumento de capacidade de aprendizagem importante.

Voluntariado é um facilitador da coesão social que podemos fazer juntos e melhorar o tecido empresarial do 2º e do 3º Sector da economia e aposta em fazer dos mais novos Novos Adultos comprometidos.

Voluntariado é solidariedade, é presente carregado de futuro; é o 4º sector,  é o novo sector da economia que faz aumentar o PIB.
Voluntariado é de Pessoas muito interessadas e devem ser formadas antes da ação.

Voluntariado aumenta em função do aumento dos fenómenos sociais como desemprego, pobreza, novos pobres, sida, cancro, abandono infantil e terceira idade e doentes. O homem é um ser em relação o que é próprio da interação do Voluntariado.

Os Valores: a Dignidade Humana. A organização de voluntariado de profissões.
O voluntariado desperta a Vocação pessoal, o que posso naturalmente, onde, quando e como posso fazer o que gosto, por amor à causa, fazendo um diagnóstico da realidade em tempos de crise económica e social, o nosso espaço mental capta e tem propensão para captar as realidades naturalmente pela capacidade natural da observação de que são tempos de investimento em solidariedade e intervenção cívica e de mais envolvimento da sociedade civil em atividades de voluntariado.
O social deve ser agente transformador da sociedade e ser agente de maturação da democracia e mais completa através das ações que os voluntariados vão tomando; este “move on” é o peso no PIB do país e na economia de mercado.
As linhas de força do Voluntariado Social, Pastoral e Missionário são aprofundadas por meio de conferências, experiências de vidas e celebrações litúrgicas.
Constatamos que, ao longo da história da humanidade a maioria dos serviços, associações e causas têm funcionado e ainda funcionam graças ao dedicado, voluntário e anónimo dum número incontável de pessoas. Nos últimos 20 anos, em Portugal, começaram a surgir organizações com o objetivo de promover, formar e enviar voluntários, e curta ou longa duração, para uma Missão específica.

A responsabilidade social da Associação é, essencialmente, um conceito segundo o qual as associações decidem, numa base voluntária, contribuir para uma sociedade mais justa e para um ambiente mais limpo” (Livro Verde: Comissão das Comunidades Europeias).
Os nossos valores humanos expressam-se através da nossa atuação, da forma como nos envolvemos nos projetos e da relação que estabelecemos com os nossos clientes.
A Terra das Ideias apoia Pro Bono instituições que carecem de apoio e que representam causas que “fazemos nossas”.

 

1 – O voluntário contata com pessoas e situações diferentes da sua rotina e ambiente quotidianos. É uma oportunidade para ter novas experiências
2 – Aplicar pelo menos uma das 168 horas semanais a fazer o bem a alguém faz tão bem quanto o exercício físico. Exercita os “músculos” das emoções, e uma personalidade segura, corajosa, forte, é uma personalidade sã
3 – Quando se dá, e sobretudo nos damos, recebemos muito mais de volta. É o que diz quem realiza este tipo de actividade, perante um sorriso de uma criança, uma palavra de um sénior Ancião, um edifício erguido
4 – Ao ajudar uma pessoa, organização ou instituição, fazemos a nossa parte para melhorar o mundo sem esperar que essa mudança dependa dos outros, somos uma Estrela no mundo
5 – Sentimo-nos úteis e necessários em qualquer hora e situação
6 – Como voluntário, exercita-se a cidadania: importamo-nos com a realidade de quem vive próximo e de quem vive longe e procura-se alternativas para melhorar a qualidade de vida de uns e de outros e conseguir “um lugar ao sol” para todos
7 – Ao fazer voluntariado desenvolvemos as nossas qualidades pessoais, o que será útil profissional e socialmente, por ex. vencer a timidez, dominar a ira, praticar a paciência, trabalhar em equipa
8 – Sempre que decidimos dar o nosso contributo à sociedade, ela nunca mais volta a ser o que era
9 – No ato de ajudar, descobre-se semelhanças e diferenças entre as pessoas, É a virtude do diálogo Intercultural
10 – Usa-se todos os meios possíveis para ajudar, desde o apoio pessoal, a internet, o telefone, uma carta, uma manifestação, uma música, o grupo de oração, até á oração no silêncio, pois Deus pode dar a outro a força que tu tens e ele não tem.